20/03/16

Sermão da Quinta-feira da Quaresma, do Padre Antônio Vieira

Para baixar o livro gratuitamente, clique na imagem e selecione-o em: 
---
Disponível provisoriamente em "GoogleDrive", no link abaixo:

----

Retórica e hermenêutica de Antônio Vieira

Os sermões de Antônio Vieira escolhidos para a nossa análise, foram pronunciados no período compreendido entre 1640 e 1662, sendo este momento histórico especialmente significativo da posição pessoal e social deste autor. A análise se deteve sobre algumas pregações especialmente significativas no que diz respeito à afirmação de concepções milenaristas e escatológicas - acerca do homem, do tempo e da história. Como sabemos, estes - assim como os demais sermões – foram sucessivamente transcritos pelo próprio autor; são eles: o Sermão de Nossa Senhora do Ó, pregado na Bahia em 1640; o Sermão dos Bons Anos, pronunciado em Lisboa em 1641; os Sermões do Advento (pregados a partir do ano de 1650), o Sermão da Epifania de 1662 pregado na Capela Real de Lisboa, o Sermão de Dia de Reis, pregado na Bahia em 1641; os dois Sermões sobre o Espírito Santo pronunciados em São Luís do Maranhão naqueles anos, o Sermão da publicação do Jubileu pregado em São Luís do Maranhão em 1654; o Sermão das Exéquias de El-Rey D. João IV; o Sermão de São Roque pregado na Capela Real de Lisboa em 1644. A leitura destes sermões foi acompanhada também do estudo de outro texto muito significativo de padre Vieira, o Livro Anteprimeiro da História do Futuro (1665). O livro foi concebido em 1661, quando da volta do jesuíta a Portugal após nove anos vividos no Maranhão, sendo dedicado a exposição do grande ideal político do “Quinto Império”, o Reino de Cristo que dentro em breve se havia de instalar na terra.

Na concepção antropológica de Vieira, a articulação das referidas relações parece ser um fator que estrutura profundamente a personalidade humana: tal concepção parece-nos expressiva da posição cultural própria do assim chamado Barroco luso-brasileiro da qual Vieira é herdeiro, porta-voz, transmissor e que ainda hoje pode ser reencontrada na tradição cultural brasileira.


---
Fonte:
Marina Massimi: “Identidade, Tempo, Profecia na Visão de Padre Antônio Vieira Identity -  Time and Prophecy in the View of Fr. Antônio Vieira”. (Departamento de Psicologia e Educação FFCLRP-USP Brasil). Memorandum, Out/2001. Belo Horizonte: UFMG; Ribeirão Preto: USP
Nota:
A imagem inicial inserida no texto não se inclui na referida tese.
As notas e referências bibliográficas de que faz menção o autor estão devidamente catalogadas na citada obra.
O texto postado é apenas um dos muitos tópicos abordados no referido trabalho.
Para uma compreensão mais ampla do tema, recomendamos a leitura da tese em sua totalidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário