16/02/14

Os Meus Amores (Contos), de Trindade Coelho

Os Meus Amores, de Trindade Coelho - Contos
Para baixar este livro gratuitamente em formato PDF, acessar o site  do “Projeto Livro Livre”: http://www.projetolivrolivre.com/
(
Download)
Os livros estão em ordem alfabética: AUTOR/TÍTULO (coluna à esquerda) e TÍTULO/AUTOR (coluna à direita).



----

BIOGRAFIA

José Francisco Trindade Coelho nasceu em Mogadouro, no dia 18 de junho de 1861. Desgostoso da vida, suicidou-se em 9 de junho de 1908.

Em Mogadouro fez seus primeiros estudos, dedicando-se ao latim, tendo por mestres dois padres. Daí seguiu-se para a cidade do Porto, prosseguindo seus estudos no Colégio São Carlos. Foi aí que teve publicado seu primeiro artigo, quando iniciou suas atividades jornalísticas no periódico intitulado “Cepticismo”. Foi também no Porto que passou a escrever seus primeiros trabalhos de cunho literário, especialmente contos, publicados postumamente em 2001 sob o título de “O Enjeitado”.

Mais tarde matriculou-se na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, onde se licenciou em 1885. Enquanto viveu em Coimbra escreveu para vários jornais (Progressista e o Imparcial, entre outros) sob o pseudônimo de Belisário.

Após a licenciatura, dedicou-se à advocacia, porém, não cessou suas atividades jornalísticas. Foi nesta época que escreveu suas memórias sob o título de "In Illo Tempore", um dos mais importantes relatos da boemia coimbrã.

Em Portalegre fundou dois jornais, a Gazeta de Portalegre e o Comércio de Portalegre. Daí transferiu-se para Ovar, onde recusou o mandato de deputado. Seguiu-se então para Lisboa, onde participou de inúmeras atividades jurídicas, como a fiscalização da imprensa durante o período do Ultimato inglês.

Trindade Coelho publicou, entre outras obras: Recursos Finais em Processo Criminal, Anotações ao Código e Legislação Penal, Os Incidente em Processo Civil, Roteiro dos Processos Familiares, Os meus Amores, Dezoito Anos em África, Terra Mater, In Illo Tempore, Primeiras Noções de Educação Cívica, Manual Político do Cidadão Português, O Senhor Sete,  Remédio contra a usura , Pão Nosso, O Meu Livrinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário