20/02/15

Contos do Norte, de Marques de Carvalho

Provisoriamente disponível no site de compartilhamento "Minhateca", no link a seguir:


---
Biografia

João Marques de Carvalho nasceu em Belém, capital do Estado do Pará, no dia 6 de novembro de 1866. Faleceu na França, em Nice, em 11 de abril de 1910. Foi escritor, diplomata e jornalista.

Em 1879, embarcou para Lisboa com o intuito de dar continuidade aos estudos de humanidades. Dois anos depois se transferiu para a França. Voltando ao Pará, em 1884, quando iniciou a carreira de jornalista como colaborador do Diário de Belém. Rompe no ano seguinte com esse periódico pela recusa em publicarem o conto "Que bom marido!", considerado na época como “imoral”, sendo este publicado, no dia seguinte, em A Província do Pará. Mais tarde o conto foi incluso em seus Contos Paraenses, de 1889.

João Marques de Carvalho foi o fundador, em 1900, da Academia Paraense de Letras, a qual só iria se estabelecer de fato em 1913.

Em seu legado literário incluem-se, entre outras, as seguintes obras: “Georgina) (1884), “O sonho do monarca” (1886), “Lavas” (1886), “Paulino de Brito” (1887), “O livro de Judith” (1889), “Contos Paraenses” (1889), “Entre as Nymphéas” (1896) e “A Bubônica” (1904). Destaca-se “Hortência”, publicado no ano de 1888, enquadrada nos moldes da escola naturalista e que aborda a relação incestuosa entre a personagem Hortência e o seu irmão Lourenço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário